1935 Mapa Natal
 1935 Mapa RN
 ABC da Insurreição
 ABC dos Indiciados
 ABC Personagens
 ABC Pesquisadores
 Jornal A Liberdade
 1935 Livros
 1935 Textos e Reflexões
 1935 Linha do Tempo
 1935 em Audios
 1935 em Vídeos
 1935 em Imagens
 1935 em CD-ROM
 Nosso Projeto
 Equipe de Produção
 Memória Potiguar
 Tecido Cultural PC
 Curso Agentes Culturais
 Guia Cidadania Cultural
 Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Rede DHnet
 Rede Brasil
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN

Nosso Projeto | Mapa Natal 1935 | Mapa RN 1935 | ABC Insurreição | ABC dos Indiciados | Personagens 1935 | Jornal A Liberdade | Livros | Textos e Reflexões | Bibliografia | Linha do Tempo 1935 | Imagens 1935 | Audios 1935 | Vídeos 1935 | ABC Pesquisadores | Equipe de Produção

Insurreição Comunista de 1935
em Natal e Rio Grande do Norte

A Insurreição Comunista de 1935 – Natal, o primeiro Ato da Tragédia
Homero de Oliveira Costa

Capitulo III
A Insurreição de novembro de 1935

3.6 - A articulação dos levantes nos quartéis do Nordeste
3.6.3 - Ceará

No Ceará o partido comunista não tinha organizado células no 23 Batalhão de Caçadores, e tampouco a ANL, no período da legalidade. No entanto, o comitê regional do partido comunista tinha um plano, traçado em consonância com as peculiaridades locais. Como Não haviams militantes comunistas no quartel , o que tornaria improvável o êxito de um levante armado, arregimentariam o maior número de civis possivel para invadirem o quartel.

O comiTê regional do partido era constituído por Amarolino Miranda, que veio para o Ceará em substituição a um militante conhecido como “Xavier”, após a decretação da ilegalidade da ANL(que por sua vez, havia substituido Adelino Deícola dos Santos, que havia ficado no Rio de Janeiro) Manoel Feitosa, Vicente Brito, Carlos Schimidt, Luiz Manoel e Miguel Pereira Lima.

Poucos dias antes do levante de Natal, em meados de novembro de 1935, numa batida de rotina, a policia prende Amarolino Miranda que, em interrogatório, acaba confessando a existência de uma “plano revolucionário”. A policia passa então a seguir Luiz Manoel dos Santos e Miguel Pereira Lima.

Quando ocorre a insurreição do 21 BC em Natal e a consequente tomada da cidade, o partido se reune para avaliar a situação, pois fora pego de surpresa. O 23 BC já tinha entrado de prontidão, o que tornava impraticável tentativas de invasão, uma vez que o numero de civis armados eram poucos(o 23 BC já no dia seguinte, rumo em direção a Natal, ocupando facilmente no dia 25 a cidade de Mossoró). A decisão era para que os militantes fossem para o interior do Estado “a fim de estabelecer guerrilhas e se fortalecer para um assalto eficiente a capital ”. Inicialmente foram para uma praia , onde organizaram um grupo denominado “R 5”. Embora não se organizassem como guerrilha e muito menos tivessem quaisquer condições de empreender um “assalto eficiente a capital”, pelo menos serviu de abrigo a muitos foragidos tanto de Fortaleza, quanto do Piauí e Rio Grande do Norte.

Luiz Manoel e Miguel Pereira, logo após essa reunião, continuam sendo seguidos pela policia que, com as informações de Natal, recebem ordens de prendê-los. Ao receberem voz de prisão reagem à bala e, após intenso tiroteio, são mortos pela policia.

Mesmo não se registando qualquer movimento, tanto na capital quanto no interior, a policia do Ceará ainda indicia e prende 64 pessoas.

^ Subir

< Voltar

Nosso Projeto | Mapa Natal 1935 | Mapa RN 1935 | ABC Insurreição | ABC dos Indiciados | Personagens 1935 | Jornal A Liberdade | Livros | Textos e Reflexões | Bibliografia | Linha do Tempo 1935 | Imagens 1935 | Audios 1935 | Vídeos 1935 | ABC Pesquisadores | Equipe de Produção

 
Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: dhnet@dhnet.org.br Facebook: DHnetDh
Google
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
Linha do Tempo RN Rio Grande do Norte
Memória Histórica Potiguar
Combatentes Sociais RN
História dos Direitos Humanos RN Rio Grande do Norte
Guia da Cidadania Cultural RN
Rede Estadual de Direitos Humanos Rio Grande do Norte
Redes Estaduais de Direitos Humanos
Rede Brasil de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
Direito a Memória e a Verdade
Projeto Brasil Nunca Mais
Comitês de Educação em Direitos Humanos Estaduais
Djalma Maranhão
Othoniel Menezes Memória Histórica Potiguar
Luiz Gonzaga Cortez Memória Histórica Potiguar
Homero Costa Memória Histórica Potiguar
Brasília Carlos Memória Histórica Potiguar
Leonardo Barata Memória Histórica Potiguar
Centro de Direitos Humanos e Memória Popular CDHMP RN
Centro de Estudos Pesquisa e Ação Cultural CENARTE