Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique

Cidadania e Direitos Humanos:
Um Sentido Para a Educação

Dedicatória  

Há, na história de todos nós, a presença constante de educadores que foram, são e serão nossos marcos mais significativos de referência.  

Quando a Bíblia fala em anjos, não sei se está se referindo àqueles seres diáfanos, alados, imateriais, ou a essas criaturas divinas e tão humanas que mudam o curso de nossas existências.  

Fui maravilhosamente agraciado com a presença de alguns deles, representados, todos, pelo grupo que segue.  

À Adilia Mendes de Oliveira, iluminada “Tita”, minha primeira e mais importante educadora, em sua simplicidade tão profunda, em sua intuição tão revolucionária, em toda sua jornada tão coerente e verdadeira, em seu amor tão insuperável;  

Ao Nestor Brauner, meu amoroso tio que, quando eu ainda era pequenino, me respeitava como um ser completo e me chamava de “meu amigo”;  

Ao Alois Knob, que me mostrou o caminho de contemplar a natureza, de liberar a criatividade e de desrespeitar as convenções estúpidas;  

Ao Gregório de Nadal, que me provocou, como adolescente, ao arrebatamento da espiritualidade e me motivou ao gozo incomparável da experiência pessoal de Deus;  

À Beltriz Zanotelli, Nair Reichert, Inês Wenzel e Paula Schneider, quarteto que ancorou meus primeiros ordenamentos, minhas primeiras articulações intelectuais, e me soprou o espírito de missão;  

Ao querido e saudoso Antonio Bortolini, “pai” orientador da minha militância e do meu compromisso com o que é social e com o que é político;  

Ao também saudoso Albano Trinks, que me acompanhou carinhosamente no meu aprender a orar e a reconhecer minhas motivações mais profundas;  

Ao Firmino Biazus e ao Albino Trevisan, que me conduziram, serenos,  confiantes e pacientes, ao mundo da escola;  

Ao Orestes Stragliotto, que descortinou para mim a sabedoria popular e  ajudou-me a relativizar o valor dos bens materiais;  

Ao Dr. Celso Gaiger, que me convocou à militância pelos direitos humanos, utopia e luta que  enriquece de sentido os meus dias.

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar