Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique


Centro de Direitos Humanos e Memória Popular 

Videoteca Direitos Humanos

HISTÓRIA

 

2

Número: 30

Título: REVOLUÇÃO DE 1930, A

Ano: 1980

Produção: BACK, SILVIO

Local: PR

Tempo: 118

Gravação: NTSC

· Filme-colagem de uma trintena de????? documentários e ficção dos anos 20, alguns inclusive realizados posteriormente, mas cuja temática remonta aquela década tão intrigante quanto subestimada. O principal tônus do filme é a excelente fotografia de suas imagens, ao lado de uma trilha sonora autêntica, de rara beleza e qualidade de emissão. Vai buscar no passado recente da história brasileira a emoção que parecia perdida, entregando-a ao telespectador com a mesma poesia e acabamento bebidos pelas platéias de antigamente duas horas de estupefação, gargalhadas, esgares inesperados, achado anedótico e ironias sorrateiras, estranha revisão de um Brasil ignorado e que dá a inequívoca impressão de nunca ter existido.

 

2

Número: 30

Título: REVOLUÇÃO DE 30 NO RGN, A

Ano: 1930

Produção: ALVES, JOÃO

Local: RN

Tempo: 7

Gravação: NTSC

· Os acontecimentos da Revolução de 1930 no Rio Grande do Norte na lente do fotógrafo e cinegrafista local João Alves. Imagens inéditas em VHS.????? Transposto de 16mm, em branco e preto, mudo.

 

2

Número: 38

Título: GETÚLIO VARGAS

Ano: 1983

Produção: CAROLINA, ANA

Local: RJ

Tempo: 76

Gravação: NTSC

· Getúlio Vargas é um exemplo de como o cinema e a história podem andar de mãos dadas. Principalmente quando o diretor tem o talento e a inventividade de Ana Carolina. Este é um filme essencialmente de montagem. Todo o material usado traz a assinatura do D.I.P (Departamento de Imprensa e Propaganda) e Agencia Nacional. Um filme dinâmico e coerente, não se atendo somente aos fatos políticos. Ana Carolina recria o ambiente dos anos 30 e 50: um Fla X Flu, corridas no jóquei, ruas de São Paulo. Tudo embalado ao som das músicas da época. Mostra ainda a expedição da FEB na Itália e, como não poderia deixar de ser, os famosos discursos de Getúlio Vargas e o seu dramático suicídio, diante da personalidade histórica e complexa, que adotou idéias ditatoria?????is mas era querido por grande parte do povo, Ana Carolina não incorre no erro de afirmar verdades. Antes ela recupera toda a emoção de uma época da nossa história que ninguém pode esquecer.

 

2

Número: 45

Título: REVOLUÇÃO DE 30, A

Ano: 1980

Produção: BACK, SILVIO

Local: PR

Tempo: 118

Gravação: NTSC

 

2

Número: 68

Título: LAMPIÃO – IMAGENS INÉDITAS DO Cangaço

Ano: 1935

Produção: ABRAHÃO, BENJAMIN

Local: BA

Tempo: 2

Gravação: NTSC

· Imagens inéditas feitas por Benjamin Abrahão sobre Lampião, cangaceiros e cangaço.

 

2

Número: 78

Título: INDEPENDÊNCIA

Ano: 1991

Produção: ANDRADE, JOÃO BATISTA

Local: SP

Tempo: 17

Gravação: NTSC

· As idéias liberais surgidas com iluminismo estiveram presentes nas modificações intensas que ocorreram no mundo durante o século XVIII. Uma nova ordem social pressupunha o poder laico, a representatividade popular do Estado, a cidadania, a igualdade, a legalidade e o fim da escravidão entre homens e nações. O Brasil, como o restante da América, é convulsionado pelas novas idéias e pela redistribuição do poder na Europa. Os brasileiros lutam para manter os privilégios adquiridos e os anseios por liberdade e autonomia fazem de D. Pedro o intérprete do movimento político que em 7 de setembro de 1822 concretiza a independência.

 

2

Número: 79

Título: ARTE NO AUGE DO IMPÉRIO, A

Ano: 1989

Produção: OLIVEIRA, DENOY DE

Local: SP

Tempo: 14

Gravação: NTSC

· A primeira metade do século XIX foi de extrema instabilidade política: em 1808 chega a família real portuguesa e, como conseqüência disso, o país, em 1815, é elevado a condição de Reino Unido. Os primeiros anos do segundo reinado foram palco de revoltas republicanas instigadas também pelos movimentos liberais que haviam atingido a França, os impérios da Europa Central e os reinos da Itália. Na seqüência, há um profundo crescimento artístico, que veremos no presente vídeo.

 

2

Número: 80

Título: NASCE A REPÚBLICA

Ano: 1989

Produção: ORION CINEMA

Local: SP

Tempo: 17

Gravação: NTSC

· Entre 1880 e 1900, o Brasil passa por profundas transformações institucionais que levam à proclamação da República. Nas artes, predominam a crítica, a sátira e o estilo realista. Surgem neste período condições políticas para o surto modernizador sustentado pela exportação cafeeira.

 

2

Número: 81

Título: MODERNISMO – OS ANOS 20

Ano: 1992

Produção: MOREIRA, ROBERTO

Local: SP

Tempo: 18

Gravação: NTSC

· A 1ª Guerra Mundial – 1914/1918 – tornou viável a derrocada do velho mundo do século XIX e a emergência de uma nova era, na qual despontam dois modelos políticos pressupostamente antagônicos: o comunismo e o capitalismo dos Estados nacionais autocráticos. Paralelamente, numa visão utópica, surge pela primeira vez um organismo que procura criar instrumentos ativos de política internacional – a sociedade das nações sediada em Genebra. Assim como na política, a modernidade nas artes dava seus primeiros passos como expressão das transformações que ocorriam no mundo e no Brasil.

 

2

Número: 82

Título: NO TEMPO DA 2ª GUERRA

Ano: 1990

Produção: ORION CINEMA E VÍDEO

Local: SP

Tempo: 19

Gravação: NTSC

· Um dos mais importantes acontecimentos deste século foi a 2 Guerra Mundia?????l, desencadeadora da reorganização geopolítica mundial, da afirmação dos EUA e da URSS como superpotências e da rivalidade que a partir de então se instala entre elas, provocando a chamada guerra fria. No Brasil, esse período foi igualmente importante. A escassez de bens produzidos pelos países beligerantes levou ao desenvolvimento da indústria que já vinha ensaiando uma participação mais efetiva na economia do país desde a 1ª Guerra e a crise de 29, quando faliram inúmeros latifundiários, pondo em cheque a velha estrutura agroexportadora. Toda a produção artística foi decorrente do populismo getulista, da mobilização cívica pela participação da FEB na 2ª Guerra e das ideologias políticas, além de receber novas influências a partir da vitória dos aliados. Com o fim da guerra, a cultura brasileira se americaniza ao mesmo tempo que se universaliza, tentando alcançar a linguagem artística e cultural dos países industrializados.

 

2

Número: 82

Título: ANOS 30: ENTRE DUAS GUERRAS, ENTRE DUAS ARTES

Ano: 1992

Produção: ORION CINEMA E VÍDEO

Local: SP

Tempo: 15

Gravação: NTSC

· Com o fim da 1ª Guerra Mundial, o mundo não é mais o mesmo. Até entre os países vitoriosos encontramos a Inglaterra em profunda crise econômica; a França tentando se recuperar das perdas humanas e financeiras, a Itália sem os territórios irredentos pelos quais lutara e a Rússia em plena guerra civil. O saber e a arte encontraram amplo desenvolvimento nesta época, que termina com o mundo mergulhado em outra sangrenta e destruidora guerra. Entretanto, a nova feição da sociedade brasileira fizera sua apresentação sob a pena, os pincéis e a batuta da geração modernista.

 

2

Número: 210

Título: DESTERRO

Ano: 1992

Produção: PAREDES, EDUARDO

Local: SC

Tempo: 18

Gravação: NTSC

· Brasil, 1894. Sufocada a Revolução Federalista no sul do país, o presidente Floriano Peixoto desencadeia violenta repressão contra os vencidos na antiga Desterro, capital do Estado. A população vive aterrorizada ante os fuzilamentos sumários na fortaleza de Anhatomirim e a insegurança das delações. Com Gracindo Junior, Kuiz Melo, Luciana Makowiecky e Waldir Brasil.

 

Volta inicial

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar