O Comitê RN
 Atividades
 Linha do Tempo
 ABC Reprimidos
 ABC Repressores
 Comissões IPMs
 BNM Digital no RN
 Coleção Repressão
 Coleção Memória
 Mortos Desaparecidos
 Repressão no RN
 Acervos Militantes
 Bibliografia RN
 RN: Nunca Mais
 Áudios
 Videos
 Galerias
 Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Rede Mercosul
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique

Comitê Estadual pela Verdade, Memória e Justiça RN
Centro de Direitos Humanos e Memória Popular CDHMP
Rua Vigário Bartolomeu, 635 Salas 606 e 607 Centro
CEP 59.025-904 Natal RN
84 3211.5428
enviardados@gmail.com

Envie-nos dados e informações:
DHnet Email Facebook Twitter Skype: direitoshumanos

 

Comissões da Verdade Brasil | Comissões da Verdade Mundo
Comitê de Verdade Estados | Comitê da Verdade RN

Inicial | Reprimidos RN | Mortos Desaparecidos Políticos RN | Repressores RN

 

Militantes Reprimidos no Rio Grande do Norte
Mailde Pinto Ferreira Galvão
Livros e Publicações

1964. Aconteceu em Abril
Mailde Pinto Galvão
Edições Clima 1994

Comemorações pelo golpe

Enquanto acabavam com a democracia e os perseguidos da ditadura eram encarcerados, organiza-se na cidade uma espetacular manifestação para festejar o golpe militar e homenagear as forças armadas. Celebravam-se atos religiosos na catedral metropolitana e passeatas eram patrocinadas pelos governos estadual e municipal. Senhoras da elite social da cidade, muitas delas frequentadoras dos eventos sociais realizados na Prefeitura antes do golpe, organizavam as festividades, com febril entusiasmo. Desfilaram a pé pelas ruas, juntas ao povo, maquiadas e penteadas, oferecendo um espetáculo de estranho e cômico contraste.

Os jornais da cidade “Diário de Natal” e “Tribuna do Norte” gastaram muito espaço divulgando notícias dos eventos. O “Diário” do dia 8 de abril noticiava, em manchete:

CHUVA NÃO PREJUDICOU TRIBUTO DO POVO ÀS FORÇAS ARMADAS, NA MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS.

Foi talvez a maior concentração cívica e popular que a nossa cidade já assistiu, a que todas as classes sociais realizavam em homenagem às Forças Armadas vitoriosas no movimento de redemocratização do país...”

A notícia ocupava uma página inteira, contornando duas grandes fotografias do monumental comício que se realizou em frente ao Quartel-General do Exército. O povo massificado atendeu, entusiasmado, a convocação do governo, cantou o Hino Nacional, aplaudiu e deslumbrou-se com as promessas de paz, progresso e salvação da pátria. Foguetões espocavam naquela tarde chuvosa. Pude observar a alegria das pessoas que voltavam da concentração, cansadas e suadas, mas com o Brasil “salvo” de todos os males.

Nas demais capitais do país, as comemorações se sucediam com a mesma vibração e ardor patriótico.

^ Subir

< Voltar

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar
Comitês de Educação em Direitos Humanos Estaduais