Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique




A Internacional Socialista
Pierre Degeyter e Eugéne Pottier


Partitura

Português
Espanhol


Versão Português I


Orquestra Coréia do Norte


Coco Briaval Jazz

Pierre Degeyter e
Eugéne Pottier

De pé, ó vítimas da fome!
De pé, famélicos da terra!
Da ideia a chama já consome
A crosta bruta que a soterra.
Cortai o mal bem pelo fundo!
De pé, de pé, não mais senhores!
Se nada somos neste mundo,
Sejamos tudo, oh produtores! 

[Refrão] (bis)

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional. 

Messias, Deus, chefes supremos,
Nada esperemos de nenhum!
Sejamos nós quem conquistemos
A Terra-Mãe livre e comum!
Para não ter protestos vãos,
Para sair deste antro estreito,
Façamos nós por nossas mãos
Tudo o que a nós diz respeito!

[Refrão] (bis) 

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional. 

Crime de rico a lei o cobre,
O Estado esmaga o oprimido.
Não há direitos para o pobre,
Ao rico tudo é permitido.
À opressão não mais sujeitos!
Somos iguais todos os seres. Não mais deveres sem direitos,
Não mais direitos sem deveres!

[Refrão] (bis) 

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional.

Abomináveis na grandeza,
Os reis da mina e da fornalha
Edificaram a riqueza
Sobre o suor de quem trabalha!
Todo o produto de quem sua
A corja rica o recolheu.
Querendo que ela o restitua,
O povo só quer o que é seu!

[Refrão] (bis)

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional.

Fomos de fumo embriagados,
Paz entre nós, guerra aos senhores!
Façamos greve de soldados!
Somos irmãos, trabalhadores!
Se a raça vil, cheia de galas,
Nos quer à força canibais,
Logo verá que as nossas balas
São para os nossos generais!

[Refrão] (bis)

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional.

Somos o povo dos ativos
Trabalhador forte e fecundo.
Pertence a Terra aos produtivos;
Ó parasitas, deixai o mundo!
Ó parasita que te nutres
Do nosso sangue a gotejar,
Se nos faltarem os abutres
Não deixa o sol de fulgurar!

[Refrão] (bis)

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional!

 La Internacional
Espanhol

Arriba, parias de la Tierra
En pie, famélica legión
Atruena la razón en marcha
es el fin de la opresión

Del pasado hay que hacer añicos
legión esclava en pie a vencer
el mundo va a cambiar de base
los nada de hoy todo han de ser

Agrupémonos todos
en la lucha final
El género humano
es la internacional

Agrupémonos todos
en la lucha final
El género humano
es la internacional

 

< Voltar

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
DHnet 18 anos - 1995-2013
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar