Direitos Humanos
 Desejos Humanos
 Educação EDH
 Cibercidadania
 Memória Histórica
 Arte e Cultura
 Central de Denúncias
 Banco de Dados
 MNDH Brasil
 ONGs Direitos Humanos
 ABC Militantes DH
 Rede Mercosul
 Rede Brasil DH
 Redes Estaduais
 Rede Estadual RN
 Mundo Comissões
 Brasil Nunca Mais
 Brasil Comissões
 Estados Comissões
 Comitês Verdade BR
 Comitê Verdade RN
 Rede Lusófona
 Rede Cabo Verde
 Rede Guiné-Bissau
 Rede Moçambique

Memória Histórica Potiguar
Potiguariana Digital
Djalma Maranhão - Pensamentos Políticos
Discursos Parlamentares

Djalma Maranhão, CERN 1985

 

 

 

De Pé no Chão | 40 Horas de Angicos | Movimento de Natal

Textos | Livros e Publicações | Áudios | Vídeos | Fotografias | Rede RN | CDHMP

 

Djalma Maranhão combate o analfabetismo
Eneida

Djalma Maranhão – eu bem o conheço e, por muito conhecê-lo muito o estimo – está empreendendo em Natal, capital do Rio Grande do Norte, uma campanha de alfabetização de crianças e adultos com o seguinte slogan: “De pé no Chão Também se Aprende a Ler”. Prefeito de sua cidade, eleito por uma bela votação demonstrativa de quanto ele é amado e respeitado pela sua gente. Djalma é dessas pessoas que luta sempre com muita alegria e muita coragem pelo povo de sua terra. Natal e ele são tão identificados, tão um só que nenhuma aspiração popular, nenhuma reivindicação do povo deixa de ter nele ressonância e apoio.

Não é amor utópico ou apenas lírico o de Djalma Maranhão pela sua Natal e pelo seu povo. É um amor construtivo, preocupado em tornar ambos-gente e cidades felizes. Agora, com esta campanha, mais uma vez Djalma demonstra sua crença na sua luta. Promove o primeiro ano de Educação com um “Grupo de Trabalho e Educação Popular”. E pede, num cartaz eloqüente, - este que tenho agora diante de meus olhos chegando a comover-me, que ajudem todos o Prefeito Djalma Maranhão a combater o analfabetismo em Natal, apresentando uma estatística por demais eloqüente: há na capital do Rio Grande do Norte, 60.254 analfabetos, sendo 35.810 crianças e 24.444 adultos. Há escolas para 17.744, mas (vejam bem os números) faltam escolas para 42.510 analfabetos.

Conheço também a equipe de jovens que acompanha Djalma Maranhão: conheço aquela fabulosa gente de Natal, que, tem como astro maior um dos maiores escritores brasileiros: Luís da Câmara Cascudo, homem plantado e tão plantado em sua terra que dela jamais sairá. Sei que toda esta gente está ajudando Djalma Maranhão, inclusive eu, que tenho a honra de ser cidadã potiguar, batizada por Cascudo com as águas do Potengi. Mas isso não basta. Creio que o Centro do Rio Grande do Norte, os potiguares residentes nesta cidade, todos nós, podíamos ajudar de alguma maneira essa campanha de Djalma Maranhão, mandando-lhe cartilhas, cadernos, lápis, tudo, inclusive dinheiro que ele precisa para terminar o analfabetismo em Natal.

Bravos Djalma Maranhão. Você merece realmente a admiração e estima de toso nós. Conte comigo para sua campanha. Conte comigo sempre.

(Diário de Notícias – Rio de Janeiro, 12 de abril de 1961)

^ Subir

Textos | Livros e Publicações | Áudios | Vídeos | Fotografias | Rede RN | CDHMP

< Voltar

Desde 1995 © www.dhnet.org.br Copyleft - Telefones: 055 84 3211.5428 e 9977.8702 WhatsApp
Skype:direitoshumanos Email: enviardados@gmail.com Facebook: DHnetDh
Google
Notícias de Direitos Humanos
Loja DHnet
Linha do Tempo
Sistemas Internacionais de Direitos Humanos
Sistema Nacional de Direitos Humanos
Sistemas Estaduais de Direitos Humanos
Sistemas Municipais de Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos no Brasil - Projeto DHnet
MNDH
Militantes Brasileiros de Direitos Humanos
Projeto Brasil Nunca Mais
Direito a Memória e a Verdade
Banco de Dados  Base de Dados Direitos Humanos
Tecido Cultural Ponto de Cultura Rio Grande do Norte
1935 Multimídia Memória Histórica Potiguar
Curso de Agentes da Cidadania Direitos Humanos